Você já ouviu falar de osteoporose masculina?

A osteoporose é uma doença que ocorre mais frequentemente nas mulheres, mas que também acomete os homens. 

As fraturas por osteoporose aumentam após os 70 anos de idade, mas 1 em cada 8 homens vão apresentar uma fratura por fragilidade antes dos 50 anos.

Fatores de risco

Existem fatores que aumentam o risco de se apresentar a osteoporose masculina:

– Quem tem histórico de osteoporose na família;

– Homens com hipogonadismo (redução da testosterona);

– Tratamento de câncer de próstata;

– Baixo peso;

– Sedentarismo;

– Tabagismo;

– Uso de alguns medicamentos como corticoides;

– Consumo excessivo de bebidas alcoólicas.

A prática de atividade física é essencial para o fortalecimento muscular e a prevenção da sarcopenia (perda de massa e força muscular) que leva a fraqueza muscular, perda de equilíbrio e predispõe a quedas e fraturas. Mas já sabemos também que o exercício estimula o fortalecimento dos ossos e reduz a osteoporose masculina.

A sarcopenia é frequente com o envelhecimento, mas pode ser prevenida e tratada com alimentação correta, ou seja, a ingestão adequada de proteínas, assim como a prática de exercícios físicos. 

Para que os ossos se mantenham fortes é importante atentar-se para o consumo adequado de cálcio e de vitamina D.

Dicas de como prevenir a osteoporose masculina

– Aumentar o consumo de leite ou derivados diariamente para manter os bons níveis de cálcio;

– Praticar atividades físicas: o ideal é que se façam exercícios aeróbicos (como a caminhada), de resistência (como a musculação ou pilates), para manter o equilíbrio e para melhorar a mobilidade e a flexibilidade. Sugerimos que sejam realizados, preferencialmente, com a supervisão de um educador físico que entenda as limitações e os cuidados individuais de cada paciente.

– Evitar álcool e tabagismo;

– Agendar uma visita ao endocrinologista para que ele possa avaliar os níveis de vitamina D e cálcio, assim como verificar se há necessidade uso de suplementação.

É recomendado também que se faça uma densitometria óssea nos homens a partir dos 70 anos de idade ou antes em caso de necessidade após avaliação médica.

Converse com seu médico regularmente e evite surpresas.

Se desejar tirar dúvidas pontuais sobre a osteoporose masculina, agende uma teleorientação sem custo, pelo nosso site.